Feeds:
Posts
Comentários

Carvão para o rosto

Eu sou meio viciada garimpar produtinhos de beleza.Meu último achado foi  esta esponja facial feita de carvão de bambú. O quêêê ?

Isso mesmo. Carvão de bambu orgânico, diz a embalagem.  Achei que era exatamente aquele  tipo de produto estranho/genial que, por apenas R$ 5,00 eu tinha que experimentar.

De acordo com o fabricante a esponja de carvão é antioxidante e deixa a pela fresca, clara e saudável. Isso devido aos minerais presentes no bambu que passam para a água quando a esponja está úmida.

Eu testei hoje a minha esponja e gostei. Lavei o rosto com o sabonete líquido de costume, enxaguei. Em seguida umedeci a esponja e passei no rosto todo. Ela é bem macia ao toque e tem um cheiro vegetal, bem suave. Minha pele é oleosa e notei que logo após já ficou mais sequinha e macia. Vou usar mais vezes e depois atualizo o post com o meu veredito.

Dá pra ver como é porosa ? A esponja é chinesa e o fabricante tem este site.

Achei na Ludovicos, R Galvão Bueno, 61

Chaleiras coloridas uni duni tê

Estas chaleiras vão pra minha categoria dos itens que um.dia.ainda.vou.ter . Elas já têm lugar cativo nas lojas da Liberdade, sempre que vou lá estão firme e fortes dando as caras coloridas nas prateleiras. Ainda não tive coragem de comprar  nenhuma delas (olha lá o preço, ui ) mas quem sabe um dia. É que eu tomo muito chá, sabe ? Acho que o meu consumo justificaria.

Também já vi uma versão mini destas chaleiras, com cabinho lateral e pela metade do preço.

Quanto à cor, acho que vou ter que apelar para o um uni duni tê….

Achei na Casa Bueno, R Galvão Bueno, 48

Fotografei mais Ramunes, não resisti. Acho as embalagens e o conceito da bolinha de vidro que segura o gás um charme. Aqui estão mais alguns sabores. Tomei  a do meio, de  sabor ‘Nostálgico’ (na real, tem gosto mezzo soda mezzo gini) e a de Laranja.  Será que consigo experimentar todos os sabores até o final do verão?

Achei na Casa Bueno, Rua Galvão Bueno, 48

Tubaína japonesa

Achei bem bacana as lojas da Liberdade trazerem as sodinhas da marca Ramune justo na época verão brasileiro. Pode ser psicológico mas ver refrigerantes coloridos me empolgam nesta época do ano. Desta vez as sodinhas vieram em vários sabores diferentes   e com embalagens retrô. Acabei comprando  várias. Acho que a versão pink, de morango, deve ser prima do Guaraná Jesus.

O Ramune  é o refigerante mais antigo do Japão, criado em 1876 (!). Uma tubaína nipônica. Acho o gosto  bem artificial. Mas como resistir às cores e à embalagem com a famosa bolinha de vidro vedando o gás ?

Achei na Casa Bueno, R Galvão Bueno, 48.

Limpeza colorida

Limpeza do lar é uma mania nipônica. A obsessão fica clara com a variedade de produtos chegando no mercado via importadores que abastecem as lojinhas da Liberdade – e dá lhe esponjinha, escovinha e paninho colorido. Achei estas toalhinhas para limpeza úteis e com a embalagem fofa. A laranja é pra piso, a verde é pra enxugar louças e a azul para limpeza geral.  Bem mais vistosas que  um Perfex, não acham ?

Achei na Tenman-yá, Rua dos Estudantes, 19.

Rei da faxina brava

Não falei que nipônico tem obsessão com limpeza  e embalagens de limpeza coloridas ?

Achei esta esponjinha tipo “mágica”, sabe qual ? Aquela que serve para limpar aço inox e manchas difíceis. O nome é Pikaou, mais ou menos Rei Brilhante. Ou = Rei e Pika = brilho,  este último aprendi  graças ao meu amigo Pikachu. Tem um produtinho nacional similar da marca Scotch Brite, se não me engano. Se é boa não sei mas esta embalagem é simpática ao ponto de me fazer comprar.

Achei na Tenman-yá, Rua dos Estudantes, 19.